E-commerce de nicho: O que é e como definir o seu

O segmento de vendas online continua crescendo a todo vapor. Não é um fato apenas brasileiro, os e-commerces já fazem parte da realidade de todos os países onde o acesso à internet é uma realidade. A confiança em transações online cresce ao mesmo tempo em que o ticket médio de uma compra aumenta, ou seja, o consumidor está comprando cada vez mais pela internet. Diante deste cenário motivador, muitas pessoas decidem abrir uma loja virtual.

Mas como se destacar em um mercado cada vez mais concorrido e exigente? Uma saída inteligente é apostar no poder dos nichos de mercado. Existem diversos nichos que ainda não foram explorados corretamente e apresentam muita demanda! Um exemplo seria o segmento de modas plus-size ou de moda vegana (sem a utilização de matéria-prima de origem animal).

Os nichos de mercado atendem públicos específicos, mais exigentes, que não encontram os produtos que querem em lojas convencionais. Você já viu algum e-commerce voltado a terceira-idade, por exemplo? Este seria um exemplo de nicho. Além disso, existem os chamados supernichos, que é quando o segmento se afunila ainda mais. Um exemplo prático: Uma loja de cosméticos femininos (nicho); uma loja de cosméticos onde todos os produtos são específicos para cabelos tingidos (supernicho).

Quem opta por abrir um e-commerce de nicho foge da concorrência com grandes varejistas que dominam o mercado tradicional e têm a chance muito maior de se tornarem referência no segmento, crescendo de maneira mais rápida do que se não estivessem trabalhando com nichos.

Explorar a cauda longa também em lojas virtuais é mais do que uma oportunidade, é uma estratégia certeira. Lojas de cultura pop coreanas, por exemplo, atraem muitos consumidores sedentos por esses tipos de produtos e que certamente não encontrariam em outro local a não ser na loja específica.

Uma outra vantagem deste modelo de negócio é a oportunidade de conhecer melhor o seu público-alvo, entendendo o que faz e o que não faz sucesso entre eles. Assim, será muito mais fácil definir as personas a serem trabalhadas, aumentando a chance da comunicação realizada ser eficiente. Já falamos diversas vezes aqui no blog da PontoW sobre como conhecer o seu público é importante para o sucesso do seu negócio. Você pode ler os artigos anteriores para entender um pouco mais sobre isso.

nicho de mercado

Em um ambiente onde todos são iguais, o diferente sempre se destaca.

Vamos analisar os pontos: com um e-commerce de nicho temos uma concorrência menor (check!); conhecemos profundamente o comportamento, preferências, hábitos do nosso público alvo (check!); trabalhamos a nossa comunicação de forma a atender exatamente o que o cliente procura (check!). Resultado? A chance desse cliente fidelizar e indicar a loja para amigos se torna muito maior. Além disso, é mais fácil criar laços de proximidade com o cliente, como se ele fosse um amigo.

De um modo mais claro, podemos afirmar que existem muitas oportunidades de negócios online esperando por algum empreendedor capacitado e conhecedor do assunto. Há demanda por diversos tipos de produtos, mas é necessário ter perspicácia e sagacidade para identificar as verdadeiras oportunidades. Tome cuidado com modismos e procure entender se o que você deseja comercializar é apenas uma tendência de moda ou um produto que irá suprir as necessidades de um público específico.

Para selecionar um nicho de mercado para ser trabalhado, o mais recomendado é que você goste do tema, afinal, terá que se tornar um especialista naquilo, tendo que pesquisar cada vez mais e procurar tendências dentro do segmento. Uma dica legal é procurar um equilíbrio entre algo que você goste muito, mas que ao mesmo tempo tenha potencial de dar lucro (afinal, estamos falando de negócios, certo?) e que também haja a possibilidade de você ser o melhor naquilo.

Antes de abrir a sua loja, faça uma pesquisa detalhada sobre o assunto. Analise a concorrência, observe se há muita ou pouca e como elas atuam. Se pergunte se as pessoas desejam obter o produto que você irá comercializar ou se será necessário convencê-las da eficácia e se sim, como isso será feito.

Apesar de termos dado a dica de afunilar o nicho até se tornar um supernicho, é imprescindível que seja verificado se o mercado será grande o suficiente para se ter uma demanda viável de produtos. Pode parecer uma excelente ideia comercializar armações de óculos apenas para pessoas que possuem o rosto com o formato redondo, mas é muito provável que a sua loja fique restrita demais. É tudo uma questão de bom senso, percepção e muita pesquisa sobre o segmento. Caso perceba que não é uma boa ideia, deixe o ego de lado e tente outra coisa.

Existem outros dois pontos importantes a serem considerados na hora de trabalhar com e-commerce de nicho. Um e-commerce sobrevive totalmente através da internet, por isso, é importante saber se o produto que você deseja comercializar tem demanda online. Apesar de o comércio eletrônico crescer cada vez mais, ainda não são todos os tipos de produtos que são vendidos desta maneira.

Espero que estas dicas tenham sido úteis para você que deseja abrir um e-commerce. Possui alguma dúvida? Deixe nos comentários! Nós da PontoW estamos sempre dispostos a ajudar.

Para mais dicas sobre e-commerce, fique ligado no blog. Toda semana tem novidade para você! 😉